Por que escrever?

um comentário

Leio, logo existo. Existo, logo escrevo.

Escrevo porque leio. Vou lendo e me encantando, pensando, construindo frases e cenários que anseio em passar para o papel. Escrevo porque leio e penso, é a minha maneira de entender e interpretar a vida. Me faz bem, me ajuda a ver o verde com mais azul quando está tudo um pouco confuso e com mais amarelo quando escurece. Porque a vida me dá motivos: livros, política, futebol, convivência… Escrevo porque não sei cantar. Se soubesse, escreveria letras de música.

Começa aqui o prazer de publicar textos sobre literatura brasileira, a minha leitura mais prazerosa. Crônicas do cotidiano e seus acontecimentos fortuitos, corriqueiros e plenos de significados. Comentários sobre autores que me iluminam e sobre livros que li e gostei.

Tratarei também de política, assunto fundamental em minha vida, presente nos almoços familiares da infância, na atuação ativa e eletiva de meus familiares e na minha própria atuação profissional em pesquisa de opinião.

E, pra não dizer que não falei da grama, haverá também comentários sobre futebol, outro assunto sedutor e sobre o qual entendo quase tanto quanto os milhões de técnicos de padaria e cartolas de boteco.

1 comentário em “Por que escrever?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s